Carla Cristina Bove de Azevedo

050611_IYPT_95

Carla apresentando o problema 11 no IYPT Brasil 2011.

Há exatos dois anos, eu ganhava minha primeira medalha olímpica… Tudo devido à existência do IYPT Brasil…!!!! ^^

Uma olimpíada diferente das demais, e única quanto ao modo de realização… Afinal os “fights” são mesmo emocionantes…! Muito mais do que meros debates físicos, envolvem conceitos e exigem disciplina… Requerem respeito ao seu oponente, por mais que isso pareça difícil quando ele acha que está sempre “certo” (=P os fortes entenderam…!); força de vontade para defender seu ponto de vista até o fim, se dentro de si você está convicto dele… Nos explora muito esse torneio, mas devemos confessar que nos dedicamos a ele de tal modo que nossa alma vai junto com aqueles powerpoints, como crenças religiosas… e que no fundo nós amamos isso…! ❤

É fato que participar dele no 3º ano é um desafio a mais, mas se parássemos para pensar que nunca mais poderemos participar, vale a pena perder um pouquinho de tempo de estudo para o vestibular estudando, cá entre nós, coisas beem mais interessantes… ;D

Já declarei diversas vezes meu amor extremo por essa olimpíada fantástica, mas como nunca me canso de fazer isto, lá vai mais uma vez: IYPT, EU TE AMO!!!!!!! ❤ ❤ ❤ ❤

Conheci pessoas fantásticas de várias regiões do Brasil, debati física como quem discute futebol: incessantemente! Defendendo meu ponto de vista até o fim, assumindo possíveis erros que possam ter sido cometidos no caminho mas, acima de tudo, ME DIVERTINDO!!!! ^^ Porque quer você queira, quer não, ouvirá frases nesse torneio que jamais imaginou ouvir em toda a sua vida! As coisas mais espontâneas possíveis!! As mais LOUCAS possíveis!!!   As mais INSANAS possíveis!!!! Mas o melhor de tudo (ou o pior) é que você TAMBÉM FALARÁ ESSAS COISAS LOUCAS E ESQUISITAS…!!!!

Enfim… há dois anos, minha vida mudava, como muitas vezes já mudou e diversas outras ainda mudará… Mas a mudança de dois anos atrás foi tão marcante que até hoje sinto falta daqueles três breves e inacabáveis dias, em que como se vivesse sob o mesmo teto dos demais participantes, você compartilhasse cada segundo de aflição e de extrema felicidade… como se cada pequena reação de alguém fosse absurdamente ampliada a níveis astronômicos… Um microcosmos que reflete muito do nosso interior nas nossas ações… enfim…!

Um IYPT dura pouco, mas marca MUITO!! E muito mesmo…! Só tenho a agradecer por essa olimpíada ter acontecido na minha vida… por tudo o que me proporcionou, tanto bons quanto maus momentos… Por todos aqueles a quem conheci… Muito obrigada! o/

Carla Cristina Bove de Azevedo foi premiada no IYPT Brasil 2010 e no IYPT Brasil 2011. Hoje, ela volta todo ano para assistir aos fights, rever os amigos e torcer por eles.

*O depoimento acima foi retirado de uma das notas que a Carla postou no Facebook em 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s