IYPT 2010, por Cássio dos Santos Sousa

Passou o prazo dos relatórios preliminares e você quer uma inspiração para terminar os relatórios para a fase classificatória? Leia o artigo que o Cássio escreveu para o blog dele no Vida de Olímpico sobre o IYPT 2010!

Clique aqui para acessar o texto e boa leitura!

Em breve, mais links relacionados ao IYPT que ainda não foram postados. Boa sorte com os relatórios!

Proceedings from IYPT 2010/2011 – IYPT Book

Há algum tempo atrás, eu escrevi algo sobre um livro com soluções passadas do IYPT que estava para ser publicado. Durante o IYPT 2012, na Alemanha, algumas cópias foram distribuídas pela Dina Izadi (IOC do Irã). Agora, a publicação já pode ser visualizada online.

Neste livro constam mais de 30 soluções de problemas das edições de 2010 e 2011, de quase 10 países diferentes, que foram selecionados cuidadosamente através de inúmeras revisões.

Inclusive, para aqueles que estão começando a escrever seus relatórios para a fase classificatória da nacional, vale a pena dar uma olhada no livro para ver o que seria uma solução do IYPT.

Veja o livro no link abaixo:

Resumo da edição nacional de 2010

Início da cerimônia de abertura de 2010.

Bom, esse blog começou a ser escrito no início de 2012, mas o IYPT Brasil começou a ser organizado em 2010. Logo, acho justo fazer pelo menos um post de resumo para as duas edições passadas começando por este.

A edição de 2010, excepcionalmente ocorreu no fim de 2010, entre 10 e 12 de setembro, após a fase internacional. Como pode ser deduzido, essa edição não teve o intuito de selecionar um time para representar o Brasil, mas sim de servir como prévia para as edições futuras.

Somente 10 times estavam na edição nacional de 2010. A cerimônia de abertura ocorreu na Escola Politécnica da USP e os PFs, na UNIP. Durante a cerimônia de abertura, houve o sorteio das chaves, com três times como cabeças-de-chave. Todos os PFs da sala 3 foram transmitidos online pela TV WEB (totalizando 3 PFs classificatórios), sendo essa a única sala da edição onde os PFs aconteciam somente entre três times.

Primeiro PF da sala 1.

Na minha visão, eu fui particularmente mal em comparação com a edição de 2011, falei algumas boas abobrinhas (haha, acontece com todo mundo), quer dizer, váááárias abobrinhas nessa edição, especialmente no meu segundo PF. Mas aquela era uma edição de teste, então ninguém sabia o que esperar… Aliás, isso vale para as equipes que acham que foram mal nas edições anteriores não desistirem de continuar participando no torneio, porque, buscando melhorar os pontos fracos, é possível até mesmo uma classificação para a fase internacional no ano seguinte.

No fim das contas, os três times que mais pontuaram foram para o PF final e todos esperaram ansiosamente para a cerimônia de encerramento (como sempre) para saber o ranking final e se haviam ganhado alguma medalha.

Os medalhistas:

  1. The Inverted Arrow of Time (ouro) – apresentaram problema No. 1 no PF final
  2. Quarta Dimensione Viator (prata) – apresentaram problema No. 17 no PF final
  3. Os Bósons de Gauge (prata) – apresentaram problema No. 6 no PF final
  4. Leviatã (bronze)
  5. Os Pensantes (bronze) (ok, eu sei, o nome é ridículo, concordo em número gênero e grau, mas era a minha equipe, fazer o que… o nome melhorou um pouquinho em 2011…)
  6. Ajax (bronze)

Alguns vídeos da edição de 2010 podem ser encontrados na área de multimídia no site do IYPT Brasil. Vale a pena também conferir o booklet de 2010 do torneio nacional, os problemas traduzidos, o regulamento de 2010 e o artigo na wikipédia com mais detalhes da edição desse ano.