Vídeos dos Physics Fights do IYPT 2012 na Alemanha

Faz um tempo que eu não escrevo aqui, mas tem quase duas semanas que meu computador está ligado praticamente 24h por dia pra conseguir colocar todos os vídeos de PFs no YouTube.

Um bom jeito de sentir o que é o IYPT é assistir a vídeos de edições passadas. Eu tinha feito um outro post com links de canais do YouTube onde qualquer um consegue ver vídeos dos mais diversos aspectos das fases nacional e internacional (entrem lá para ver mais alguns vídeos). Além disso, recentemente, achei outro canal do YouTube, o IYPT France, que foi criado esse mês e tem mais alguns vídeos interessantes também.

Eu lembro de quando eu fui participar pela primeira vez da nacional em 2010 e ficava procurando vídeos feito uma louca e não achava nada. Agora, todo mundo tem algumas dezenas ou centenas de vídeos para assistir, se tiver paciência, e ter um gostinho do que é a competição.

Enfim, esse post, inicialmente, era só pra avisar que eu postei absolutamente todos os vídeos que a gente tinha dos fights classificatórios dos quais o time brasileiro participou no IYPT 2012, na Alemanha. Infelizmente, uma das rodadas (stage 3 do PF 1) não foi filmada e também não conseguimos filmar todos as rodadas em sua totalidade por causa de problemas com bateria da câmera, memória etc. De qualquer maneira, vídeos do nosso diário no torneio internacional também estão sendo upados para futuras publicações.

Depois, quando eu for fazer um post para cada um dos round de PFs desse ano, irei anexar os vídeos correspondentes. Daí cada um pode assistir aos fights com uma prévia do que aconteceu e não foi gravado também. Por enquanto, se quiserem, os vídeos estão todos no canal do IYPT BR, mais especificamente na playlist IYPT BR – IYPT 2012: Physics Fights (Team of Brazil).

Escolha o vídeo aí em baixo de acordo com suas preferências de round, papel desempenhado, problema apresentado, países envolvidos ou qualquer outro critério e divirta-se assistindo aos PFs!

Choose the video below according to your preferences of round, performed role, presented problem, envolved countries or any other criteria and have fun watching the PFs!

Depoimentos (3)

Aparentemente, ninguém levou a sério a sessão de depoimentos do site. Pelo menos a minha irmã não levou:

Nome: Isabella
Depoimento: Oi

De qual torneio você participou?: IYPT Brasil
Qual foi seu ano de participação?: 2012
Qual sua função no torneio?: Aprendiz e escrava

Ok, Isabella. Not funny. Tá, talvez um pouco. Estão vendo, qualquer tipo de depoimento tá valendo haha, mas tentem colocar algo relacionado a sua experiência no torneio por favor. Não que o da Isabella não fosse relacionado a isso, porque ela realmente serviu um pouco de escravinha pra mim esse ano kkkk., ô dó…

Depoimentos (2)

Olá, leitores desse blog :D. Eu sei que tem uma quantidade razoável agora por causa das estatísticas \o/. Enfim, há um tempo atrás eu coloquei um post sobre depoimentos. Apesar de muita gente gostar do IYPT e muito participante ler isso daqui, até agora eu só recebi um, do Ivan (não muito relacionado ao IYPT por sinal haha):

Nesse torneio eu conheci a baixinha que faz esse blog. E desde então me divirto irritando ela.
participem do IYPT o

De qual torneio você participou?: IYPT Brasil
Quais foram seus anos de participação?: 2011, 2012
Qual sua função no torneio?: irritar a bárbara

Agora, hm… se quiserem falar alguma coisa IYPT-related, podem falar! Entre no post e preencham o formulário! Se não quiserem também… sem problemas, mas continuem acompanhando os próximos passos da equipe brasileira deste ano! E é isso! Até a próxima! (acho que tem mais coisa pra postar ainda hoje)

Fim da nacional e dos Gatos de Schrödinger (?)

Agora, que acabou a fase nacional desse ano há algumas semanas, minha irmã resolveu fazer um vídeo com os bloopers das reuniões pra experimento no laboratório da escola e do torneio em si.

E a música foi realmente perfeita para esse vídeo:

There’s so many wars we fought,
There’s so many things we’re not,
But with what we have,
I promise you that,
We’re marching on,
(We’re marching on)
(We’re marching on).

For all of the plans we’ve made,
There isn’t a flag I’d wave,
Don’t care if we bend,
I’d sink us to swim,
We’re marching on,
(We’re marching on)
(We’re marching on).

De fato, esse ano a equipe apareceu no laboratório todas as vezes em que a reunião da cúpula para realização dos experimentos extraordinários foi convocada haha. Mas, além de tudo, foi minha última equipe, e foi engraçado ter vocês todos no grupo, pelos seguintes motivos:

Darth Vader do Matheus.

Pilha de cadeiras do Luís.

Isabellinha e a forca quântica.

Agradecemos a atenção!

Matheus, eu tinha que te trollar em alguma foto haha.

Eis então o gato de Schrödinger fora da caixa.

e alguns outros…

Apesar de termos competido com outro nome em 2010 (um nome muito ruim por sinal), foi lá que tudo começou, então pode-se dizer que os Gatos de Schrödinger existiam desde então em fase beta haha. Agora não teremos mais a forca ou o imagem e ação quânticos, isso é bem verdade, mas eu me diverti enquanto isso existiu. Também não vai mais rolar sessão tortura, do tipo “aprendam a ouvir e a fazer avaliação na marra porque as regras mudaram”, que pena kkkk.

Aliás, semana que vem já teremos a primeira reunião oficial do novo time da internacional. Logo, é esperado que mais coisas divertidas sejam feitas e, posteriormente, postadas.

Texto de preparação dos nervos…

O torneio já vai começar e, como eu disse, ontem eu li um dos textos mais legais a respeito do IYPT que eu já vi, escrito pela Carla (IYPT-maníaca, ex-participante e estudante de química da Unicamp nas horas vagas haha). Segue o texto pra que todo mundo vá preparando os espíritos pro evento que se aproxima…

Nossa, cara…

Olhar o booklet do IYPT 2012 e saber que meu nome não está lá é triste… Ver a programação detalhada e lembrar daquele frio na barriga que dava só de fazer isso nos dois anos anteriores… com a cabeça num turbilhão de emoções, milhares de pensamentos envolvendo powerpoints sempre incompletos (porque SEMPRE está incompleto, por definição), o medo que na verdade escondia uma vontade interior de apresentar seu trabalho de meses a todos os outros participantes, para muitos o desejo de olhar no powerpoint alheio e dizer aos jurados tudo aquilo que lhe faltava para que ele ficasse tão bom quanto o seu… Ora, vamos, confessem… quem nunca quis gritar indignado que “ele está lendo o powerpoint!” ou “mas não consideraram o atrito/resistência do ar!”, quem nunca criticou o design do powerpoint alheio, ou o fato de ter muito texto nele, e sentiu orgulho do seu ao ver o dos outros…? Mas na verdade quando você para pra analisar meeeesmo, percebe que você esqueceu de considerar algo imprescindível à resolução do problema, seu powerpoint está muuuuito mal-feito, meus Deus, faltam inúmeros slides escondidos!!!! E aí se desespera… E chora… E surta, mais do que nunca… Afinal, sem o surto da última semana esse não seria o IYPT! E sem o tão comentado “efeito IYPT”, termo inaugurado no torneio do ano passado, que inclui jamais se esquecer dos momentos marcantes pelos quais passou e divulgar por aí que ama essa competição, além de se desesperar ao chegar no 3° ano e notar que será sua última participação (pelo menos comigo foi assim…), esse não seria, definitivamente, o IYPT…

Por isso, para as crianças que estão surtando nesta semana (porque essa é A semana para surtar…), apenas aproveitem suas participações nessa que foi a melhor das olimpíadas das quais participei (e, mesmo fazendo química, digo isso com certeza – até porque nunca participei de uma olimpíada de química… T.T), curtam e compartilhem (que nem facebook!) o comprovado “efeito IYPT” e, como diria sorrindo (afinal acho que eu nunca o vi nesse torneio senão sorrindo – ou gargalhando do quanto levamos a sério o termo Physics FIGHT…) o Marcio Martino, “começa agora a edição 2012 do IYPT Brasil!” 

 

Depoimentos

Você já participou do IYPT na fase nacional ou na internacional? Já assistiu ao vivo ou online? Já passou por momentos de ansiedade, raiva, felicidade, desespero ou alegria por causa dessa competição? Gosta do torneio e quer compartilhar isso? Então mande seu depoimento para que ele seja publicado (ou não) aqui no blog. Só não esqueça de falar qual era sua função no torneio (membro de equipe, líder, jurado, mãe desesperada que ficava assistindo online e se descabelando etc).